Exposição Rio Engano é destaque na 14ª Bienal Internacional de Arte Contemporânea

Parceria entre artistas traz experiências multimídias sobre Rio Engano

A 14ª Bienal Internacional de Arte Contemporânea de Curitiba, Fronteiras em Aberto, Polo SC, convida para a abertura da exposição Rio Engano de Helder Martinovsky e Raquel Stolf.

A exposição apresenta uma instalação construída em parceria entre os artistas, por meio de uma relação com o rio Engano, localizado nos municípios de Angelina/SC e Alfredo Wagner/SC. A instalação é composta pela projeção de um filme (16mm; cor, p/b) e por experiências textuais e sonoras, a partir de registros do rio e seus arredores. São apresentadas também fotografias (estudos de rio) de Helder Martinovsky e uma proposição de Raquel Stolf (sou toda ouvidos).

Helder Martinovsky é fotógrafo e atua como técnico/laboratorista na Universidade do Sul de Santa Catarina (Unisul). Desde 2010, vem desenvolvendo projetos com rios, trabalhos experimentais com filmes, tanto na captação das imagens como na revelação e seus processos de projeção.

Raquel Stolf é artista, pesquisadora e professora nos cursos de Graduação e Pós-Graduação em Artes Visuais da UDESC. Suas proposições investigam relações entre processos de escrita, experiências de silêncio e situações de escuta.

A abertura da exposição será no dia 07 de setembro e fica aberta para visitação até 27 de setembro. O evento é gratuito e aberto ao público e será no Espaço Cultural Armazém – Coletivo Elza (Rod. Gilson da Costa Xavier, 1384), Sambaqui, Florianópolis/SC. Visitação de quarta à sexta das 14h às 18h.

Deixe uma resposta