Publicitários necessitam de novas habilidades

Professora Aline Gambin avalia que conhecimentos em marketing digital e design são essenciais para novos nichos do mercado publicitário

 

Na década de 80 teve início a Era Digital. Com isso, muitas profissões tiveram grande impacto e as pessoas sentiram a necessidade de se modernizar para poder atuar de forma eficiente nas suas áreas. Alguns anos depois veio o boom das redes sociais, o que exigiu mais aperfeiçoamento dos profissionais. Isso não foi diferente na área publicitária. Normalmente este profissional tem um perfil criativo e inovador. Contudo, com o mercado de trabalho cada vez mais acirrado, houve a necessidade de adquirir outras habilidades.

O público consumidor da era digital tem acesso direto às marcas de sua preferência. Esse público também se posiciona em relação ao que pensa, como vive e o que prefere. Essas características dos consumidores criam nichos de mercado. Desta forma, o profissional desta área precisa também entender quem é o seu consumidor para pode criar campanhas mais assertivas. “Uma vez que os indivíduos buscam relacionar-se de forma mais direta e transparente com as marcas que consomem, rapidamente as organizações precisaram rever suas estratégias, principalmente no que diz respeito ao seu posicionamento”, fala a professora de Publicidade e Propaganda da Unisul, Aline Gambin.

O diferencial do futuro publicitário

Ter experiência e conhecimento em marketing digital e design é muito importante para o futuro publicitário. Entretanto, para se destacar no mercado é necessário observar as pessoas. “É essencial ter curiosidade sobre a vida, as pessoas, seus hábitos. Isso tudo gera memórias que nos levarão para as soluções inusitadas. Mente vazia só apresenta soluções clichês, e as pessoas estão cansadas do senso comum. Quando estamos atentos às mudanças da sociedade, conseguimos acompanhar as transições, visualizar e/ou lançar tendências”, pontua a professora.

Equipe multiprofissional

As pesquisas apontam que o mercado publicitário continua em crescimento. Segundo dados do Cenp (Conselho Executivo das Normas-Padrão), o investimento em publicidade no Brasil, em 2018, chegou a R$16,54 bilhões. O Cenp reúne os principais anunciantes, veículos de comunicação e agências de propaganda do país.

Esse dado mostra, também, que as empresas estão valorizando o papel da publicidade. Muitas organizações estão criando equipes interdisciplinares para atuar dentro das empresas. “Os empresários e gestores estão cada vez mais cientes da importância da comunicação para o crescimento dos seus negócios, o que contribui para o crescimento de oportunidades para os profissionais”, finaliza Aline.

Publicado originalmente no UnisulHoje.

Deixe uma resposta