Público diversificado na oficina sobre documentário

A oficina “Aspectos do Documentário”, ministrada por Claudia Aguiyrre, teve destaque na segunda noite do Comunisul porque contou com uma diversidade de alunos. Além do esperado, alunos de jornalismo e publicidade, estudantes de cinema e até quem ainda não está na faculdade, cursando o ensino médio, participaram da oficina. “Foi super interessante lidar com uma plateia diversa, que está em cursos diferentes e estágios diferentes do curso. Sob esse aspecto foi bem desafiador e ótimo para mim ter o retorno, e perguntas com muito pertencimento e comprometimento, isso para mim é muito importante porque quero ver mais documentaristas no mundo”, relatou Cláudia.

Durante a oficina, Aguiyrre contou suas experiências em campo, deu dicas teóricas e práticas de fazer documentário – roteiro, subjetividade, comportamento, edição – e explicou as diferenças entre grande reportagem e documentário.

Quem é Claudia Aguiyrre?

Cláudia Aguiyrre dando oficina de Documentário para o Comunisul
Cláudia Aguiyrre em oficina de Documentário para o Comunisul

Cineasta, documentarista, jornalista e artista, Claudia nasceu em Santiago, no Chile, mas está no Brasil há mais de 40 anos. É graduada em Comunicação Social – habilitação Jornalismo e pós-graduada em Estudos Culturais, ambas pela UFSC – Universidade Federal de Santa Catarina.

Trabalhou por 15 anos como docente em cursos de Cinema, Jornalismo e Publicidade e Propaganda na Unisul e no Ielusc.

Seu documentário “mata… céu… e negros” (2005) recebeu o prêmio Revelando os Brasis e foi selecionado para Mostra Brasil Plural 9, o maior festival itinerante de cinema brasileiro.

Deixe uma resposta